shutterstock_433269457.jpg

SEXUALIDADE MASCULINA NÃO PODE SER UM TABU

Já parou para pensar que enquanto as mulheres, quase sempre, conversam abertamente sobre sexualidade, os homens não?

 

Quando o assunto é sexo, o mais comum que vamos presenciar nas rodas de conversas são as aventuras sexuais que tiveram e o que mais envolver o desempenho positivo. 

 

Mas e as dúvidas, frustrações, falhas e inseguranças? 

 

Bem, elas são ocultadas. Comportamento derivado de uma sociedade preconceituosa que idealiza o ser masculino com uma virilidade inabalável. E essa construção começa desde o “Homem não chora!”, comum na infância, até o “Não é homem não?” ouvido na fase adulta.

 

A verdade é que isso resulta em negligência, uma vez que o homem ignora a sua saúde, desinformação e frustrações recorrentes em suas relações.

 

Cuidar da saúde sexual é fundamental, porque além dela ser essencial para o desenvolvimento e qualidade de vida das pessoas, ela também tem grande influência na construção de relações afetivas sólidas.

 

Leia com muita atenção e não esqueça jamais:

 

- Saúde não pode ser um tabu.

- Sexualidade não pode ser tabu.

- Autoconhecimento não pode ser tabu.

 

Quando falamos de cuidados com a saúde, podemos citar de primeira a expectativa de vida dos homens que é menor do que a das mulheres. Eles também são mais propensos a ataques cardíacos, elevação de pressão arterial e vários outros problemas sérios.

 

E o tão “temido” (injustamente) exame de próstata? Quantas piadas preconceituosas são feitas sobre ele? O exame de próstata, nada mais é do que um exame simples e necessário que pode evitar inflamações e até o câncer. 

 

Não vale a pena arriscar desenvolver algo tão sério, apenas por medo ou preconceito, não é mesmo?

 

O cuidado também precisa envolver informação séria e confiável sobre doenças sexualmente transmissíveis,  métodos contraceptivos, autoconhecimento do corpo e também da saúde emocional.

 

Nenhum desses pontos citados é menos importante que o prazer. Muitos homens ainda pensam que o único ponto de prazer masculino está concentrado no pênis. Mito! Essa teoria é ultrapassada e para comprovar, basta você mesmo explorar o seu corpo. Não há forma mais eficaz de se conhecer. Assim como as mulheres, os homens também possuem zonas erógenas, mas esse é um assunto que nos aprofundaremos mais na frente. Pode aguardar!

 

O prazer pode ser bem mais intenso e suas relações otimizadas, se você conhecer melhor o seu corpo.

 

Disfunção erétil, ejaculação precoce ou tardia, baixa libido, também são problemas que quando não controlados, atrapalham bastante a vida do homem. Devemos concordar que nem tudo pode ser “deixado pra lá”, principalmente quando há formas eficazes de resolução desses problemas.

 

O medo de aceitar que não está tendo controle do próprio corpo, a vergonha de conversar sobre o assunto abertamente e sem filtros e a percepção distorcida de ficará mal visto por ter pontos a melhorar em seu desempenho sexual, só distanciará você da performance desejada.

 

Então coloque na balança o que pesa mais: a sua saúde, qualidade de vida e bem-estar ou o fortalecimento de tabus ultrapassados que nada agregam em sua vida?

 

Pense bem.

 

Quando você se permite olhar através da venda social, tudo fica mais fácil. Pode confiar!